Pular para o conteúdo principal

Como eu vim parar aqui?

Tudo começou em 1987 e... bem, melho pular alguns anos.

Neste exato momento que escrevo tenho 22 anos, moro em São Paulo com meus pais e minha irmã gêmea. No final de 2008 me formei em Relações Internacionais na USP.

Em 2008, naquele pânico de faculdade/trabalho/não-sei-o-que-vou-fazer-da-vida-e-já-estou-quase-me-formando (quem ainda não passou por isso, vai passar), entrei na AIESEC.

O que é a AIESEC?

AIESEC é uma maior organização internacional, totalmente administrada por estudantes e recém graduados. Bem resumidamente, a intenção é reunir jovens interessados em questões mundiais, liderança, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros assuntos.

Por meio do trabalho dentro da organização e de intercâmbios profissionais, a AIESEC estimula seus membros a terem uma visão global, entendendo temas mundiais e compreendendo as diferenças entre pessoas, organizações e países.

Assim, os membros da AIESEC vivem uma experiência que desenvolve competências pessoais e profissionais a partir de vivência internacional, troca de conhecimentos, valorização da diversidade e gestão de equipes. A organização ja existe desde 1948, está presente em mais de 107 países/territórios e possui mais de 45.000 membros.
 
(Tá, eu copiei isso do site, mas essa explicação resume muito bem o que é a AIESEC)!
 
Voltando...
 
Eu fiquei um ano trabalhando no escritório. Como eu trabalhava o dia inteiro, admito que não pude participar tanto quanto eu queria. Mas de qualquer maneira, eu sei que cresci muito durante este período: aprendi a ter mais iniciativa, a me comunicar melhor, entre muitas outras coisas! Sem contar as pessoas que conheci nesse caminho e os amigos que fiz! A parte ruim é ficar com saudades dos amigos que estão em outros países!...
 
Aí vão algumas fotos, porque só texto é chato!:
 
 














                          @USP, Out/2008 - Election Day




















                                          Jorgeeee, mi profesor! Jamais imaginei voltar a ver ele tão cedo!
















                               Jantar indonésio com a Aidy! :)


Lá para março de 2009 começei a buscar o meu tão sonhado intercâmbio. Houveram momentos frustrantes, tanto pelo perfil específico que eu buscava, quanto pela lerdeza de algumas pessoas nos escritórios dos países em que eu estava interessada.


Mas finalmente, em agosto, meu destino foi selado... eu iria para a COLOMBIA!!
Fica para o próximo post!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 10: comida de rua de Hong Kong

Se tem uma coisa que o povo aqui de Hong Kong adora é comer fora! Porém, com um estilo de vida tão atarefado, familias normalmente pequenas e apartamentos ainda menores, poucas pessoas tem tempo e disposição para cozinhar em casa. Além disso, Hong Kong oferece uma variedade enorme de opções gastronômicas para todos os gostos e bolsos, então normalmente é bem fácil encontrar restaurantes para matar a fome depois de um longo dia de trabalho.
Mas quando você quer comer algo rápido, o que você faz? Vai na padoca, pede um pão de queijo com pingado e segue com sua vida? A resposta (obviamente) é não. Mas quando falamos de lanches e comida de rua, Hong Kong oferece uma infinidade de opções que vale a pena provar! Algumas comidinhas são apenas para os mais corajosos, como vocês vão ver na lista abaixo, mas HK tem coisas deliciosas que já fazem parte do meu cardápio, haha!


Como curiosidade, listo abaixo 10 comidas de rua super interessantes de Hong Kong (em ordem aleatória). Importante mencio…

Como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong (parte 1)

Eu já falei sobre isso em um post anterior, mas vira e mexe aparece a pergunta no grupo de brasileiros em Hong Kong no Facebook: como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong? Por isso resolvi falar mais sobre como obter o tão sonhado visto de trabalho (uma vez que você receba uma proposta de emprego de uma empresa local).

No meu caso, por exemplo, eu tive que ir na cara e na coragem, já que depois de receber a proposta para trabalhar na ONG eu percebi que: 1) o escritório tinha apenas 10 funcionários na época e o RH era novo, e 2) como eu suspeitava, o cara do RH não fazia a menor idéia de como processar um visto de trabalho. Aliás, quando eu finalmente comecei a trabalhar, ele já tinha até se demitido, então vai vendo o nível...
Hong Kong é um lugar com ótimas ofertas de trabalho para profissionais qualificados. Porém, muitas empresas que nunca tiveram experiência com o processo do visto ficam meio desmotivadas em contratar estrangeiros e ter que cumprir os requisitos exigidos pe…

Viver em Hong Kong - O guia!

Estou de volta!
Aliás, nunca abandonei este meu belo blog, mas vários motivos de força maior me impediram de escrever nos últimos 6 meses, incluíndo preguiça e outras coisas mais importantes, como formatura, viagens, e até uma mudança de emprego! Mas sempre estive aqui, na boa e velha Hong Kong...
Nesses meses recebi vários emails de brasileiros que tem interesse de morar em Hong Kong e saber mais sobre a vida aqui. Para unir o útil ao agradável, resolvi dar uma ajuda e reunir algumas informações bem úteis para quem está interessado em vir passar uma(s) temporada(s) aqui.
Regra número 1 - Hong Kong não é China!
Eu já falei isso várias vezes aqui no blog, mas viver em HK é totalmente diferente de morar na China. Um exemplo: brasileiros podem vir pra HK a turismo sem precisar de visto e ficar aqui até 90 dias. Já para a China, brasileiros precisam sim de visto! Me empolguei e até fiz uma tabela com as diferenças mais marcantes entre HK e China:
Hong KongChinaPreciso de visto?NãoSimIdio…