Postagens

Vivendo Hong Kong (em fotos)

Imagem
Eu sei, o clima tá pesado no mundo todo. Apesar da volta dos protestos (não vou nem comentar todo o rolo da nova lei de segurança nacional) e dos efeitos do Covid-19, eu decidi descontrair e dividir algumas curiosidades e coisas inusitadas que você pode encontrar aqui em Hong Kong. Aí vai uma seleção exclusiva de coisas que você só vê por aqui: E o vento levou... Pra começar, não acredito que eu nunca contei aqui no blog, mas vocês sabiam que os apartamentos aqui não tem área de serviço? E não é porque aqui é moderno como nos Estados Unidos, onde as casas tem máquina de lavar e secar (o que convenhamos, é uma mão na roda). Eu não sei se existe um motivo específico além da falta de espaço que eu já falei aqui tantas vezes. Por causa disso, muitas famílias colocam uma espécie de varal do lado de fora do apartamento. Ou seja, suas roupas, incluíndo pijama, calcinha, cueca e todo o resto, vão ficar lá secando para o mundo inteiro ver. É bem assim mesmo. Outros utensílios d

Se virando na quarentena!

Imagem
Queridos leitores, espero que vocês estejam lendo este post do conforto da casa de vocês. A situação do Covid-19 no Brasil está como Hong Kong estava há dois meses atrás. Quando eu vejo as notícias e as conversas na internet, sei bem como é a sensação de incerteza e pânico que muita gente está sentindo. Obviamente eu não sou médica ou profissional de saúde, mas como alguém que já viveu o auge do coronavírus (ou pelo menos a primeira onda dele), espero poder passar algumas dicas úteis e fatos sobre como Hong Kong passou (e ainda está passando) pelo tão temido vírus. Como está a situação em Hong Kong? Como eu contei aqui e aqui , logo no começo da crise, Hong Kong teve um aumento rápido no número de casos, principalmente por causa da grande quantidade de pessoas que cruzam as fronteiras com a China todos os dias. No final de janeiro, quando a China decretou a quarentena em Wuhan e pediu para a população ficar em casa e evitar as viagens do ano novo chinês, Hong Kong também adot

A vida nos tempos do coronavírus

Imagem
E as coisas pioraram. O pânico a respeito do coronavírus está afetando a China, Hong Kong e muitos países na Ásia e no mundo inteiro. Aqui em Hong Kong, desde o ano novo chinês, a maioria das empresas pediu para seus funcionários trabalharem de casa para evitar o risco de contaminação. Outra grande preocupação era em relação às milhões de pessoas viajando durante o feriado: muitos países não perderam tempo e cancelaram voos para a China. Hong Kong compartilha 14 postos de imigração com a China continental (9 terrestres, 4 marítimos e um áereo), e depois de algumas semanas a pressão popular fez com que apenas três fronteiras continuem abertas. Todas as pessoas que vem da China para Hong Kong são obrigadas a ficar 14 dias em quarentena, em casa ou em centros médicos distribuídos pela cidade. Como dá para imaginar, a cidade está estranhamente vazia e tranquila. Depois de tantos meses de protestos, o vírus era o que faltava para que Hong Kong virasse um fantasma da cidade frenética e

O vírus de Wuhan

Imagem
Não tá fácil morar em Hong Kong esses dias! Depois de meses de tensão e caos por causa dos protestos, a cidade está enfrentando uma nova ameaça vinda da China: o coronavírus de Wuhan. Alías, não só Hong Kong, mas muitas cidades na Ásia e ao redor do mundo já estão em estado de alerta em relação a esse misterioso e supostamente fatal vírus. Em Hong Kong, com tantas conexões com a China continental, e com milhares de viajantes indo e vindo todos os dias, as autoridades e a população estão bem preocupados com possíveis contaminações. Até o momento, cinco casos do vírus foram confirmados por aqui e os pacientes estão sendo tranferidos para áreas de quarentena dos hospitais locais. O governo está monitorando situação nas fronteiras terrestres e aeroportos e pedindo para todos os moradores que estejam apresentando sintomas como febre, tosse e problemas respiratórios para irem ao hospital para testes. A cidade de Wuhan é o epicentro da atual crise. Hong Kong fica no circulo vermelho in

O que está acontecendo em Hong Kong?

Imagem
Olá amigos do blog! Sim, eu ainda estou viva, e sigo por aqui. Depois de um ano muito turbulento (e qual não é?) finalmente tive um tempinho para contar para vocês sobre o que está acontecendo aqui em Hong Kong. Quem diria que a pacata e organizada Hong Kong veria seus dias de Brasil, com protestos, violência e desconfiança total em relação ao governo e à polícia? Não vou entrar nos detalhes políticos do que está acontecendo, já que isso pode ser encontrado facilmente em qualquer jornal ou site de notícias. Além disso, nunca se sabe se o que eu estou escrevendo pode ser usado contra mim - a China está de olho! Só quero mostrar como essa situação está afetando a vida dos moradores daqui e quais são as preocupações que as pessoas tem para o futuro. 1. A cidade não está pegando fogo (ainda) Pra começar, os protestos não estão causando um caos generalizado, como provavelmente mostram na televisão. Na TV eles mostram toda a confusão, fumaça, tiros de bala de borracha, sangue, gás lacr

Como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong (parte 2)

Imagem
Continuando o post anterior sobre como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong . Dessa vez vou falar mais sobre os documentos que devem ser entregues e o processo até o visto ser aprovado. Mais difícil que conseguir um visto de trabalho é conseguir um bom lugar para morar em Hong Kong, uma das cidades mais caras do mundo! (foto: Jimmy Chan/Pexels) 4) Documentos da sua família: com um visto de trabalho, você pode ser o 'patrocinador' do visto do seu cônjuge e filhos (estes devem ser menores de 18 anos de idade), que recebem o status de dependentes. Esse visto é uma boa, porque com ele o seu esposo(a) poderá trabalhar em Hong Kong. Porém, caso você deixe o seu trabalho, o seu dependente também perde o direito de ter um emprego com este visto. O próprio formulário ID990A tem espaço para preencher os dados da sua família e solicitar o visto. Mas, além disso, também é necessário enviar outros documentos (traduzidos e juramentados) como certidão de nascimento e casame

Como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong (parte 1)

Imagem
Eu já falei sobre isso em um post anterior, mas vira e mexe aparece a pergunta no grupo de brasileiros em Hong Kong no Facebook: como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong? Por isso resolvi falar mais sobre como obter o tão sonhado visto de trabalho (uma vez que você receba uma proposta de emprego de uma empresa local). No meu caso, por exemplo, eu tive que ir na cara e na coragem, já que depois de receber a proposta para trabalhar na ONG eu percebi que: 1) o escritório tinha apenas 10 funcionários na época e o RH era novo, e 2) como eu suspeitava, o cara do RH não fazia a menor idéia de como processar um visto de trabalho. Aliás, quando eu finalmente comecei a trabalhar, ele já tinha até se demitido, então vai vendo o nível... Hong Kong é um lugar com ótimas ofertas de trabalho para profissionais qualificados. Porém, muitas empresas que nunca tiveram experiência com o processo do visto ficam meio desmotivadas em contratar estrangeiros e ter que cumprir os requisitos exi