Pular para o conteúdo principal

Conversas Culturais III / Cultural Conversations III

(English at the end of post)

Choques culturais: eles nunca vão deixar de existir! Ou as vezes nem é um choque cultural, é uma pessoa sem noção mesmo. Como o meu chefe, neste caso. Segue abaixo uma transcrição do que eu vi e ouvi na semana passada:

Info: um dos novos colegas da nossa equipe, italiano, chegou em Hong Kong há uns 2 meses e está sempre doente. Dor de cabeça, febre, etc. O médico disse que ele ainda está se acostumando com o clima tropical de Hong Kong (essa grande selva - de pedra).

Logicamente, o contraste entre se sentir dentro de um forno na rua / ar condicionado polar do trabalho, derruba a saúde de qualquer um! Não precisa ser um especialista para saber disso, hehe. Mas os chineses sempre encontram razões próprias para as moléstias que afligem os seres humanos...

Chefe: Colega, eu vi que você está sempre doente. Já foi no médico?

Colega: Já, o médico disse que peguei uma gripe, por causa do ar condicionado forte.

Chefe: Gripe? Olha, você tem que se cuidar, hein? Ser como eu: fazer exercícios, comer coisas saudáveis... cuidar bem do seu corpo, para você poder trabalhar melhor. Além disso, você está bem gordo, se você perder peso vai se sentir melhor.

Colega (com um sorrisinho amarelo): É né... quando eu estiver melhor vou fazer exercícios, e talvez começar uma dieta.

Chefe: Eu corro todos os dias. Acordo às 5 da manhã para correr. Isso regula o meu organismo, e toda manhã eu posso ir no banheiro.

Todos nós trocamos olhares, horrorizados. Isso com certeza não é o tipo de coisa que você quer ouvir, principalmente vindo do seu chefe!

Chefe: Isso mesmo, ir no banheiro todas as manhãs e colocar toda a 'sujeira' pra fora. Colega, como tá o seu intestino? Você consegue colocar seus dejetos pra fora? Sem problemas?

Colega: Uh... é... bem.... suponho que sim...

Chefe: Que bom, que bom. Olha, vou te recomendar para ir no médico chinês, meu amigo. Ele com certeza vai colocar seu 'qi' em ordem!

Colega: Muito obrigada (eu acho)...

Eu já tinha ouvido dizer que os chineses conversam entre si com muita naturalidade sobre seus 'movimentos intestinais', mas foi a primeira vez que vi essa conversa ao vivo, hahaha! E bom, vindo do meu chefe... eu poderia escrever outro blog só com as histórias bizarras dele! Ainda bem que ele não lê português! x)

***

Culture shocks: they will never grow old on you! Sometimes it's not even the culture, but someone who is totally clueless. Like my boss, in this case. Here is the episode I heard and saw last week:

Some background info: one of our new colleagues – Italian guy – arrived in Hong Kong around two months ago, but somehow he is always sick. Headaches, fever, etc. The doctor said that he is taking some time in getting used to Hong Kong’s tropical weather (yeah right, because it's a big jungle out here).

Well, obviously the contrast between constantly feeling like you’re inside an oven when walking outside versus the arctic temperatures every time you enter somewhere, can be very bad for your health! You don’t have to be a specialist to know that. Nonetheless, the Chinese always find their own reasons to explain the maladies that affect us human beings…

Boss: Hey, I’ve been noticing that you are constantly sick. Have you seen the doctor?

Co-worker: I have. The doctor said I have the flu. You know, the aircon here in Hong Kong is usually very strong.

Boss: Flu? You better take of yourself, ok? You must be like me, exercise, eat healthy… take good care of your body so that you can work better. Besides, you are fat, if you lose some weight, you will feel better.

Co-worker (with a half-hearted smile): Yeah, sure… once I feel better I can start exercising again and maybe start a diet.

Boss: I run everyday. Wake up at 5 a.m. to do it. It's good to regulate my body, so that every morning I can go to the toilet-

Wait, what? We all exchanged disgusted looks. This is definitely not the kind of thing you make small talk about. Especially when it comes from your boss.

Boss: That’s right. It’s very important to go to the toilet everyday and release everything out. Co-worker, how are your intestinal movements? Are you able to put out all your waste? Been having any troubles with that?

Co-worker: Uh... ahm... well.... I suppose so...

Boss: Good, good! I will arrange a visit for you to the Chinese doctor, who is my friend. He will help you to put your ‘qi’ back in order!

Co-worker: Thank you very much (I guess)...

I have heard before that Chinese people talk very easily about their ‘bowel movements’ or whatever, but it was the first time I saw this kind of conversation live, hahaha! I was amazed. And actually I could write a whole new blog just with the eccentric stories of my boss. Hope I have the chance to do it one day, heehee!

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 10: comida de rua de Hong Kong

Se tem uma coisa que o povo aqui de Hong Kong adora é comer fora! Porém, com um estilo de vida tão atarefado, familias normalmente pequenas e apartamentos ainda menores, poucas pessoas tem tempo e disposição para cozinhar em casa. Além disso, Hong Kong oferece uma variedade enorme de opções gastronômicas para todos os gostos e bolsos, então normalmente é bem fácil encontrar restaurantes para matar a fome depois de um longo dia de trabalho.
Mas quando você quer comer algo rápido, o que você faz? Vai na padoca, pede um pão de queijo com pingado e segue com sua vida? A resposta (obviamente) é não. Mas quando falamos de lanches e comida de rua, Hong Kong oferece uma infinidade de opções que vale a pena provar! Algumas comidinhas são apenas para os mais corajosos, como vocês vão ver na lista abaixo, mas HK tem coisas deliciosas que já fazem parte do meu cardápio, haha!


Como curiosidade, listo abaixo 10 comidas de rua super interessantes de Hong Kong (em ordem aleatória). Importante mencio…

Como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong (parte 1)

Eu já falei sobre isso em um post anterior, mas vira e mexe aparece a pergunta no grupo de brasileiros em Hong Kong no Facebook: como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong? Por isso resolvi falar mais sobre como obter o tão sonhado visto de trabalho (uma vez que você receba uma proposta de emprego de uma empresa local).

No meu caso, por exemplo, eu tive que ir na cara e na coragem, já que depois de receber a proposta para trabalhar na ONG eu percebi que: 1) o escritório tinha apenas 10 funcionários na época e o RH era novo, e 2) como eu suspeitava, o cara do RH não fazia a menor idéia de como processar um visto de trabalho. Aliás, quando eu finalmente comecei a trabalhar, ele já tinha até se demitido, então vai vendo o nível...
Hong Kong é um lugar com ótimas ofertas de trabalho para profissionais qualificados. Porém, muitas empresas que nunca tiveram experiência com o processo do visto ficam meio desmotivadas em contratar estrangeiros e ter que cumprir os requisitos exigidos pe…

Viver em Hong Kong - O guia!

Estou de volta!
Aliás, nunca abandonei este meu belo blog, mas vários motivos de força maior me impediram de escrever nos últimos 6 meses, incluíndo preguiça e outras coisas mais importantes, como formatura, viagens, e até uma mudança de emprego! Mas sempre estive aqui, na boa e velha Hong Kong...
Nesses meses recebi vários emails de brasileiros que tem interesse de morar em Hong Kong e saber mais sobre a vida aqui. Para unir o útil ao agradável, resolvi dar uma ajuda e reunir algumas informações bem úteis para quem está interessado em vir passar uma(s) temporada(s) aqui.
Regra número 1 - Hong Kong não é China!
Eu já falei isso várias vezes aqui no blog, mas viver em HK é totalmente diferente de morar na China. Um exemplo: brasileiros podem vir pra HK a turismo sem precisar de visto e ficar aqui até 90 dias. Já para a China, brasileiros precisam sim de visto! Me empolguei e até fiz uma tabela com as diferenças mais marcantes entre HK e China:
Hong KongChinaPreciso de visto?NãoSimIdio…