Pular para o conteúdo principal

Hong Kong: "paraíso" para estrangeiros... será?

Oi gente!

Primeiramente, feliz ano novo! Essa que vos fala já está entrando em seu sétimo ano em Hong Kong, quem diria! E para vocês que acompanham o blog desde o começo... vocês estão sete anos mais velhos, ha ha ha.

Piadas sem graça a parte, eu bem que gostaria de começar esse post anunciando muitas novidades no blog, um layout novo, uma página '.com' de respeito. Mas não adianta ter uma embalagem bonita mas sem conteúdo, né? Então o que eu espero fazer em 2017 é escrever mais, porque assunto não falta e pouco a pouco deixar esse blog um pouquinho mais profissional!

Voltando ao assunto, essa semana eu li no site da BBC Brasil um artigo sobre Hong Kong, e sua posição como uma das cidades mais atraentes para expatriados. Eu achei o artigo bem interessante, apesar de dizer respeito a apenas uma minúscula parcela da população que pode-se considerar verdadeiramente expatriados.

Clique aqui para ler o artigo!

Eu pesquisei bastante sobre esse assunto nos anos em que estive aqui e para mim "expatriados" são aqueles que se mudam de país por razões estritamente profissionais, ou seja, trabalhando para a mesma empresa, são transferidos do país X para Hong Kong. Normalmente isso envolve um belo pacote de benefícios, que como o artigo fala, envolve bônus, auxílio moradia, escola para os filhos e por aí vai.

Se eu tenho esses benefícios? Na-na-ni-na-não! O lado ruim de ser uma estrangeira procurando trabalho já estando em Hong Kong é que todas as empresas vão te oferecer um contrato local, sem todas essas bonanças. Isso pode gerar algumas saias-justas no trabalho, afinal você acaba tendo pessoas com o mesmo nível de competência com salário totalmente diferentes.

Enfim, a tradução do artigo é um pouco estranha (palavras como "pungente" e "vicejante" no mesmo parágrafo), mas ele dá uma boa idéia dos custos que uma família vai ter que arcar ao vir morar em Hong Kong. Muita gente me escreve querendo saber mais sobre os custos e qualidade de vida daqui, e o artigo oferece informações valiosas, principalmente para aqueles que buscam um estilo de vida, digamos, mais confortável.

Só de ler o preço do aluguel em alguns lugares e a matrícula nas escolas internacionais, eu fico de cabelo em pé! Números assim só mostram como a desigualdade é gritante em Hong Kong, mas o artigo infelizmente não fala muito sobre isso. Diferente do Brasil, a desigualdade aqui é mais escondida: ricos e pobres andam nas mesmas ruas e tomam o metrô lotado todas as manhãs. A diferença é o que sobra no fim do mês.

Não quero levar essa publicação para o lado sombrio da desigualdade social em Hong Kong, mas espero que essa seja uma conversa para mais tarde. Por enquanto, leia o artigo e tire suas própria conclusões sobre a vida nessas terras exóticas! :)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 10: comida de rua de Hong Kong

Se tem uma coisa que o povo aqui de Hong Kong adora é comer fora! Porém, com um estilo de vida tão atarefado, familias normalmente pequenas e apartamentos ainda menores, poucas pessoas tem tempo e disposição para cozinhar em casa. Além disso, Hong Kong oferece uma variedade enorme de opções gastronômicas para todos os gostos e bolsos, então normalmente é bem fácil encontrar restaurantes para matar a fome depois de um longo dia de trabalho.
Mas quando você quer comer algo rápido, o que você faz? Vai na padoca, pede um pão de queijo com pingado e segue com sua vida? A resposta (obviamente) é não. Mas quando falamos de lanches e comida de rua, Hong Kong oferece uma infinidade de opções que vale a pena provar! Algumas comidinhas são apenas para os mais corajosos, como vocês vão ver na lista abaixo, mas HK tem coisas deliciosas que já fazem parte do meu cardápio, haha!


Como curiosidade, listo abaixo 10 comidas de rua super interessantes de Hong Kong (em ordem aleatória). Importante mencio…

Viver em Hong Kong - O guia!

Estou de volta!
Aliás, nunca abandonei este meu belo blog, mas vários motivos de força maior me impediram de escrever nos últimos 6 meses, incluíndo preguiça e outras coisas mais importantes, como formatura, viagens, e até uma mudança de emprego! Mas sempre estive aqui, na boa e velha Hong Kong...
Nesses meses recebi vários emails de brasileiros que tem interesse de morar em Hong Kong e saber mais sobre a vida aqui. Para unir o útil ao agradável, resolvi dar uma ajuda e reunir algumas informações bem úteis para quem está interessado em vir passar uma(s) temporada(s) aqui.
Regra número 1 - Hong Kong não é China!
Eu já falei isso várias vezes aqui no blog, mas viver em HK é totalmente diferente de morar na China. Um exemplo: brasileiros podem vir pra HK a turismo sem precisar de visto e ficar aqui até 90 dias. Já para a China, brasileiros precisam sim de visto! Me empolguei e até fiz uma tabela com as diferenças mais marcantes entre HK e China:
Hong KongChinaPreciso de visto?NãoSimIdio…

Como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong (parte 1)

Eu já falei sobre isso em um post anterior, mas vira e mexe aparece a pergunta no grupo de brasileiros em Hong Kong no Facebook: como conseguir um visto de trabalho em Hong Kong? Por isso resolvi falar mais sobre como obter o tão sonhado visto de trabalho (uma vez que você receba uma proposta de emprego de uma empresa local).

No meu caso, por exemplo, eu tive que ir na cara e na coragem, já que depois de receber a proposta para trabalhar na ONG eu percebi que: 1) o escritório tinha apenas 10 funcionários na época e o RH era novo, e 2) como eu suspeitava, o cara do RH não fazia a menor idéia de como processar um visto de trabalho. Aliás, quando eu finalmente comecei a trabalhar, ele já tinha até se demitido, então vai vendo o nível...
Hong Kong é um lugar com ótimas ofertas de trabalho para profissionais qualificados. Porém, muitas empresas que nunca tiveram experiência com o processo do visto ficam meio desmotivadas em contratar estrangeiros e ter que cumprir os requisitos exigidos pe…